Detecta a tempo, fazendo o autoexame #ComMuitoTacto

Detecta a tempo, fazendo o autoexame

8 outubro, 2020

Em 2018, foram diagnosticados aproximadamente 2.088.849 novos casos de cancro da mama, em todo o mundo. É o tumor mais frequente entre as mulheres e, embora as taxas de cancro da mama sejam mais altas nos países desenvolvidos, estão a aumentar em todas as regiões do mundo. Estima-se que uma em cada oito mulheres corre risco de desenvolver cancro da mama ao longo da sua vida. Na Lookiero, queremos ajudar a evitá-lo.

Aprende a detetar precocemente com o autoexame

Há coisas que todos podemos fazer para ajudar nesta luta. A detecção precoce salva vidas. E um caminho fundamental para a detecção precoce é o autoexame regular. Quanto mais regularmente nos examinarmos, melhor conheceremos o nosso próprio corpo. Portanto, é mais provável que detectemos quaisquer alterações no tom, forma, tamanho ou textura.

Mas é essencial que não dependamos apenas do autoexame. Deves fazer exames regulares com um médico e, se identificares alguma coisa que pareça fora do comum, marca uma consulta imediatamente.

A técnica mais eficiente para detectar anomalias é a mamografia. Pode detectar situações até dois anos antes de se tornarem palpáveis. Portanto, fala com o teu médico e faz deste exame uma prática regular do teu check-up de saúde.

Também deverás ter hábitos de vida saudáveis ​​- comer alimentos saudáveis, fazer exercício regularmente e fazer check-ups médicos frequentes. Tudo irá ajudar a que te mantenhas saudável.

Realiza o autoexame em cinco fáceis passos

Nem toda a gente sabe como fazer o autoexame. É por isso que estamos aqui. Na verdade, é muito simples e não leva muito tempo.

É um processo de duas fases – observação e palpação. É preferível efetuares o autoexame ao sétimo ou oitavo dia do teu ciclo menstrual ou, se estiveres na pós-menopausa, definir um dia fixo em cada mês. Segue os passos e as imagens abaixo.
 

Detecta a tempo, fazendo o autoexame #ComMuitoTacto

 

Passo 1:

Coloca-te em frente a um espelho com os ombros direitos, os braços ao longo do corpo e observa cada uma das mamas, atenta às seguintes alterações:

  • Formação de covinhas, rugas ou caroços na pele.
  • Mudança na posição de um mamilo ou de um mamilo invertido (para dentro, não para fora).
  • Vermelhidão, dor, erupção na pele ou inflamação.

Se identificares algum destes sintomas, deverás entrar em contato com um médico imediatamente.

Passo 2:

Levanta os braços para cima e volta a observar cada uma das mamas, atenta às mesmas alterações.

Passo 3:

De frente para o espelho, observa se sai algum líquido de um ou ambos os mamilos (transparente, leitoso, amarelado ou com sangue).

Passo 4:

Deita-te e apalpa cada uma das mamas com as mãos invertidas, ou seja, a mão direita sobre a mama esquerda e vice-versa. Faz um movimento circular do tamanho de uma moeda, garantindo que apalpas todo o tecido mamário.

Verifica cada uma das mamas de cima para baixo e de um lado ao outro: da clavícula à parte superior do abdómen, e da axila ao decote.

Move os teus dedos verticalmente, para cima e para baixo. Verifica cada centímetro de cada uma das mamas, de frente para trás. Apalpa a pele e o tecido mamário superficial.

Para avaliares o tecido superficial, aplica um pouco de pressão. No tecido do meio, aplica uma pressão moderada. Por fim, para analisares o tecido mais profundo, deverás aplicar uma pressão bem firme, chegando mesmo sentir a tua caixa torácica.

Passo 5:

Por fim, apalpa cada uma das mamas, em pé ou sentada. A maioria das mulheres prefere realizar este passo no banho, pois é mais fácil apalpar as mamas quando estão molhadas e escorregadias. Avalia cada mama completamente, com os mesmos movimentos descritos no passo 4.

Dá início à tua rotina regular do autoexame durante este mês de outubro, o mês da Consciencialização do Cancro da Mama. Partilha este post com o maior número de amigas e familiares. Juntas, iremos aumentar a consciencialização sobre a importância da detecção precoce através do autoexame. Vamos cuidar umas das outras. #ComMuitoTacto

Ler mais
A Lookiero em 2020 Um ano que nunca esqueceremos

A Lookiero em 2020, um ano que nunca esqueceremos

Detecta a tempo, fazendo o autoexame

Comentários

Escreve un comentário

O teu coméntario (obrigatório)
O seu nome (obrigatório)
O seu e-mail (obrigatório)